Arena Condá a casa da Chapecoense

Você conhece o significado histórico do nome da Arena Condá? Se ainda não ouviu falar, você irá aprender hoje e se emocionar com a história desse estádio que carrega muita história e tristeza.

Estádio Condá

O Estádio Regional Índio Condá foi inaugurado no dia 24 de janeiro de 1976 para ser a casa principalmente da Associação Chapecoense de Futebol. A história do estádio pode ser contado em três fases.

Primeiro, foi construído um campo de futebol, depois foi construído o estádio e, por último, a Arena Condá. Nesse estádio, a Chapecoense teve momentos importantes de sua história como os quatro Campeonatos Catarinenses conquistados ou o título de 1978, que a Chapecoense conquistou durante só um mês, pois o título foi, posteriormente, retirado da Chapecoense e dado para o Joinville Esporte Clube. A Taça Santa Catarina (1979). Taça Plínio Arlindo de Nez (1995). A Copa Santa Catarina (2006).

A história tem relação direta com a primeira casa da Chapecoense: o Estádio Índio Condá. O nome é uma homenagem a um dos grandes líderes dos Kaingang no Oeste de Santa Catarina: Vitorino Condá. Vamos nos aprofundar um pouco no assunto.

Diz a lenda que o cacique que lutou para que seu povo tivesse direito à terra junto ao governo brasileiro. Os colonizadores que chegavam à região iam se apossando das terras atrás de titulação do governo.

Vitorino Condá conseguiu garantir que os Kaingang continuassem no local. Hoje, a Aldeia Condá fica a aproximadamente 15 quilômetros do centro de Chapecó e seu nome é visto como símbolo de união e paz. Apesar de ser um símbolo de resistências, carrega valores que são importantes nos tempo atuais e principalmente para o momento atual que vive o time da Chapecoense.

O Estádio Índio Condá teve fim em 2007, quando foi reformado para se tornar a Arena Condá que conhecemos atualmente. Parte da estrutura antiga foi demolida para a construção da nova arena. As obras terminaram em 2014 e o local aumentou sua capacidade de 15 mil para 22 mil pessoas.

Nova Arena Condá

No dia 9 de outubro de 2007, foi lançado o projeto da Arena Condá pelo prefeito João Rodrigues. O novo estádio com quatro pavimentos compostos de salas comerciais e estacionamento abaixo das arquibancadas.

Arena Condá - A história da casa da chapecoense

A empresa Prosul foi a responsável pela elaboração do projeto que levou noventa dias para ficar pronto. Segundo o vice-presidente da empresa, Rodrigo de Carvalho Brillinger, “nenhum estádio será mais belo que o da Chapecoense no sul do país”.

A Arena será uma solução moderna baseada em conceitos europeus, atendendo a cem por cento das exigências da Federação Internacional de Futebol e credenciando a cidade de Chapecó para competições internacionais.

Em 2008, o setor sul do estádio foi demolido para a construção da primeira etapa da arena, com capacidade para 5 000 torcedores. Em 2010, o setor norte do estádio foi demolido para a construção da segunda etapa da arena, que foi estreada com um jogo histórico, Chapecoense x Atlético Mineiro, disputando a Copa do Brasil. No jogo, quem levou a vitória foi o time da casa com um gol de Sagaz.

Arena Condá a casa da Chapecoense
5 (100%) 1 vote

Quer receber as notícias da Chape no seu e-mail, inteiramente grátis?